O Mercado Vai Desequilibrar – Fiis vs Dividendos

Fundos Imobiliários podem se tornar único ativo isento de IR na renda variável.

Twitter: https://twitter.com/MateusRapini
Instagram: https://www.instagram.com/mateusrapini
LinkedIn: https://www.linkedin.com/in/matthew-rapini-a01421139/?locale=pt_BR

Quando o governo soltou a notícia de que tributaria os fundos imobiliários, o mercado despencou: 0,71%.
Ai sai a notícia de que o governo não vai mais tributar fiis, e o mercado explode pra cima. Subiu 1%.
Uau, que investimento emocionante em!
O mercado não está levando nada muito a sério porque tudo ainda é muito incerto.
Mas mesmo assim vale a pena a gente calcular o que aconteceria com o preço dos ativos em cada possibilidade.
Por que meus amigos, se a isenção dos fundos imobiliários continuar, isso transformaria os fiis no único ativo da renda variável isento de imposto e isso pode valorizar bastante o seu preço.
20 dias atrás o Guedes soltou novo texto da reforma tributária, prevendo o inesperado. Ele pretendia tributar os rendimentos dos fundos imobiliários e eu não vou mentir, quando eu vi aquilo eu fiquei com medo.
A isenção dos rendimentos sempre foi o grande argumento em favor dos fiis e perder esse benefício significaria uma queda de 15% nos ganhos desse ativo.
Quando eu vi aquilo eu imediatamente parei tudo o que eu estava fazendo e me dediquei a estimar o impacto disso no mercado e lancei esse vídeo esmiuçando as propostas da reforma tributária.
Muita gente na época estava falando que seria impossível taxar os fundos imobiliários. Mas eu sou uma pessoa precavida e se existe uma chance de algo ruim acontecer, eu quero saber exatamente o impacto disso.
E no final das contas eu conclui que os fiis já estavam tão desvalorizados no mercado que até mesmo uma porrada como essa não seria o suficiente pra tirar o potencial de valorização desse ativo.
Mas mais do que isso. O que mais me chamou a atenção quando eu li a proposta da reforma é que da forma como ela estava, não tinha pra onde correr.
A principal característica que me fez levar tão a sério a possibilidade de taxação dos fiis é que o impacto da taxação parecia ter sido calculado precisamente pra não criar vantagem de um ativo sobre o outro.
Ações de dividendos seriam taxadas, mas fundos imobiliários também.
Ganhos de capital seriam taxados em 15%, mas fundos imobiliários também.
Quanto mais você analisava aquela proposta parecia que todos os caminhos tinham sido antecipados pra não deixar nenhuma brecha.
Mas agora, uma grande brecha parece que se abriu.
Mas eu também invisto em ETF, porque é o melhor veículo de crescimento na minha opinião, que aliás também pode ser afetado positivamente por essa reforma.

Ninguém está falando disso, mas eu vou colocar de bônus pra você aqui nesse vídeo.
Pensa só: dividendos podem ser tributados.
E se isso acontecer, então o impacto no longo prazo seria muito maior do que 15 ou 20%.
Porque o que você perde como investidor nessa tributação não é só o que você paga como imposto, mas também o que você deixa de ganhar reinvestindo esse valor.
Se você pudesse reinvestir esse valor, a sua base de ativos seria maior, então o seu rendimento sobre essa base seria maior também.
Imagine os efeitos dessa economia depois de muito tempo, depois de 30 anos a diferença seria brutal.
Mas com o imposto isso não acontece, a menos que você encontre uma forma de não pagar esse imposto.

Muita gente reclama que o ETF não distribui dividendos. O ETF ele reinveste os dividendos igual ocorre com o ibovespa.
O ibovespa é calculado pressupondo o reinvestimento dos dividendos, então o ETF sempre reinveste.
E desde sempre isso foi motivo pra muitas pessoas rejeitarem o ETF do ibovespa porque elas preferiam receber esse valor.
Mas agora que o dividendo será tributado, de repente existe um grande incentivo pras pessoas não desejarem mais receber esse dividendo.
Se o ETF não for obrigado a pagar imposto, e tudo indica que ele não será, então agora é mais vantajoso do que nunca investir via ETF porque isso significa que todo o ganho dos dividendos pode ser reinvestido sem imposto.
O texto da lei ainda não é claro quanto a isso, mas tudo indica que esse é um resultado provável e se isso acontecer, o ETF se tornará também uma grande preferência para os investidores.

Então pra colocar tudo junto e concluir esse vídeo.
A reforma tributária com cobrança de dividendos mas sem imposto sobre fiis e ETFs pode criar uma mudança forte de preferência nos investidores.
É possível que muitos migrem para fundos imobiliários ou ETFs justamente por serem isentos dessa tributação e se isso acontecer eu me pergunto o que será das empresas pagadoras de dividendos.
É bem possível que elas caiam de preço e um novo equilíbrio seja alcançado no mercado.
Vamos aguardar os próximos capítulos dessa novela.

You May Also Like

About the Author: murilobevervanso

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.